Rádio Difusora

(45) 3284-8080
18/04/2019 09:28 | Autor: Editor

Petrobras anuncia aumento do óleo diesel e caminhoneiros se mobilizam para greve

Foto:Arquivo Difusora
O aumento do preço do óleo diesel, anunciado ontem pela Petrobras, não agradou aos caminhoneiros.
Segundo Wanderlei Alves, o “Dedeco”, um dos líderes da categoria, os motoristas estão se articulando para fazer uma nova greve, como a de 2018 e isso pode acontecer em 10 dias.
“Infelizmente o governo pagou para ver”, disse ele, em um vídeo divulgado na noite desta quarta, sobre o aumento anunciado pela Petrobras.
Alves, que é de Curitiba, foi uma das lideranças da paralisação do caminhoneiros ocorrida em maio de 2018.
Na terça-feira passada, em troca de mensagens com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Alves disse que as reivindicações da categoria não estão sendo atendidas a contento e afirmou que uma nova greve de caminhoneiros poderia ocorrer em caso de reajuste do preço do diesel.
"Se subir o óleo diesel, ministro, nós vamos parar e ponto final", disse.
Nesta quarta, a Petrobras anunciou um aumento de R$ 0,10 no preço do litro na refinaria: segundo a estatal, na bomba o valor poderia ser menor, de R$ 0,06.
Segundo Alves, o governo tem escutado as lideranças erradas dentre os caminhoneiros.
Ele garantiu que a classe decidiu que vai parar, só está articulando a data, mas acredita que em 10 dias estará parada, até que o governo procure entender qual é a real situação do caminhoneiro.