Rádio Difusora

(45) 3284-8080
16/04/2019 09:16 | Autor: Editor
Fonte: Bem Paraná

Produção de peixes sobe 16,7% e Paraná se isola na liderança

Foto: Arquivo ANPr
O Paraná se destaca cada vez mais na produção de peixes em cativeiro.
Na liderança nacional desde 2016, o Estado conseguiu ampliar no ano passado a sua produção em 16,7%, alcançando a marca de 123.000 toneladas ano.
O crescimento do Estado, inclusive, acabou ajudando a puxar a produção nacional para cima.
Em todo o país, o avanço foi de 4,5%, com volume total de 722 mil toneladas.
Os dados constam do Anuário Brasileiro da Piscicultura 2019, da Associação Brasileira da Piscicultura.
O Paraná é responsável por 29,3% da produção total brasileira, seguido — de longe — por São Paulo (69.500 toneladas) e Santa Catarina (33.800 toneladas).
O consumo de peixe no Brasil gira em torno de 10 kg per capita/ano, valor abaixo do que a FAO preconiza como ideal, de 12 kg/ano.
Com a introdução de tecnologias, dinâmica sólida na cadeia produtiva e acesso aos mercados, a tendência é de crescimento acentuado da piscicultura nos próximos anos.
Além disso, mais 2.800 processos de outorga das águas da União estão em andamento e, se aprovadas, irão multiplicar por quatro a atual produção de peixes de cultivo no Brasil.
No Paraná, o Departamento de Economia Rural da Secretaria de Agricultura e Abastecimento projeta crescimento de 20% na atividade neste ano, com a expectativa de chegar a 170 mil toneladas de carne de peixe.
A previsão leva em conta o incentivo ao consumo de pescados e também à entrada de novas indústrias no segmento, com aumento da oferta ao consumidor.
A criação de peixe em cativeiro ainda não representa 1% do Valor Bruto da Produção paranaense, mas tem importância para vários municípios no Estado: 60% do VBP e 66% da produção de pescados vêm do Oeste, principalmente das regiões de Toledo e Cascavel, onde a tilápia representa mais de 95% do total.
Com a proximidade da Páscoa e o aumento do consumo de peixe neste período, todos estão de olho na qualidade dos produtos consumidos.
Para verificar a produção de pescado em propriedades rurais e indústrias de Toledo, Palotina, Maripá, Nova Santa Rosa e outras cidades, o Crea-PR - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná realizou fiscalizações para se certificar da qualidade do produto.