Rádio Difusora

(45) 9-9997-0532
12/04/2019 11:00 | Autor: Regis Guerreiro

Educação interdita CMEI em Entre Rios por causa de doença contagiosa

O surgimento de casos da doença mão-pé-boca em várias crianças, levou a Secretaria de Educação e Cultura de Entre Rios do Oeste a interditar temporariamente o CMEI Padre Emilio já a partir desta sexta-feira.
A doença mão-pé-boca é uma enfermidade contagiosa que tem como sintomas febre alta, aparecimento de manchas vermelhas na boca, amídalas e faringe e erupção de pequenas bolhas nas palmas das mãos e nas plantas dos pés.
Ontem a noite ocorreu uma reunião com os pais , para que os mesmos fossem informados da gravidade da situação e das providencias que estão sendo tomadas.
A transmissão da doença “mão-pé-boca” se dá pela via fecal/oral, através do contato direto entre as pessoas ou com as fezes, saliva e outras secreções, ou então através de alimentos e de objetos contaminados.
Mesmo depois de recuperada, a pessoa pode transmitir o vírus pelas fezes durante aproximadamente quatro semanas.
Trata-se portanto, conforme a coordenadora pedagógica da Secretaria de Educação , Rejane Vogt Anderle, de uma enfermidade contagiosa e que precisa ser imediatamente combatida.
Ontem a noite numa reunião de emergência os pais foram colocados a par da situação e já a partir de hoje será realizado o trabalho de desinfecção de todas as dependências do CMEI e dos materiais e equipamentos diariamente utilizados pelas crianças e pela equipe que trabalha no local.
A coordenadora Rejane Anderle fala das providências tomadas e informa que a escola permanecerá fechada até após a Páscoa para que , a partir das providências tomadas, o local esteja novamente seguro para o retorno das crianças