Rádio Difusora

(45) 3284-8080
13/12/2018 09:55 | Autor: Editor

Bolsonaro diz que investigação contra ex-assessor de filho 'dói no coração'

Foto: Reprodução do Facebook
O presidente eleito Jair Bolsonaro admitiu ontem a noite que está disposto “a pagar a conta” caso a investigação aponte irregularidade na movimentação de 1 milhão e 200 mil reais entre 2016 e 2017 de Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor de seu filho Flávio Bolsonaro .
O presidente eleito disse que o caso “dói no coração ”, porque, segundo ele, “o que tem de mais firme em seu projeto de governo é justamente o combate à corrupção”.
José Carlos de Queiroz é citado em um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras anexado à Operação Furna da Onça, que no mês passado prendeu deputados estaduais do Rio.
O volume de recursos movimentados em sua conta bancária foi considerado atípico e entre as movimentações que constam do relatório está um cheque de 24 mil reais pagos à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.