Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
12/12/2018 16:28 | Autor: Editor

Sem Osmar Dias, PDT vai reformular os diretórios municipais

Com a decisão do ex-senador Osmar Dias de deixar a cena política estadual, ao desistir da candidatura ao governo, às vésperas do início da campanha, a direção do PDT do Paraná aprovou ontem, uma reformulação geral dos diretórios municipais do partido, com vistas às eleições de 2020 e 2022.


O início será pelos municípios com mais de 50 mil habitantes

Segundo André Menegotto, que assumiu a presidência da comissão provisória do PDT paranaense após a desistência de Osmar, será feita uma reformulação geral dos diretórios municipais, iniciando pelos municípios com mais de 50 mil eleitores, o que representa hoje 56% dos eleitores paranaenses.
Para isso, o estado será dividido em 10 coordenações regionais que serão responsáveis por esse trabalho de organização, formação política e estruturação dos diretórios e movimentos de base.
A direção da legenda avaliou que, apesar da renúncia do ex-senador à disputa às vésperas das convenções, o PDT do Paraná conseguiu um “bom resultado geral” nas eleições de 2018.
A legenda obteve 3.63% dos votos para deputado federal, passando dos 43.432 votos conquistados em 2014 para 208.055 em 2018, e elegeu o ex-prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.
Na análise da sigla, trata-se de “uma vitória importante” para um partido que de desde 2006 não elegia um representante para a Câmara Federal.
Atualmente o PDT do Paraná conta com o deputado federal Assis do Couto, que aderiu ao partido em 2016.
Na Assembleia Legislativa, o PDT elegeu o atual vereador de Curitiba, Goura, e reelegeu o líder Nelson Luersen.
A bancada deve aumentar com a adesão de Márcio Pacheco, DE Cascavel, que deverá oficializar a sua filiação ao PDT ainda esta semana.
Em nível nacional, o partido conquistou a terceira colocação com a candidatura de Ciro Gomes à presidência da República e elegeu 28 deputados federais, 09 a mais do que nas eleições de 2014, ultrapassando sem dificuldades a cláusula de barreiras.