Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
11/12/2018 14:25 | Autor: Editor

Culturas começam a sofrer os efeitos da falta de chuvas

Levantamento do Deral estima uma produção total de grãos em 23 milhões e 300 mil toneladas neste ano no Paraná.


O índice é 4% maior do que na safra 2017/18, que chegou a 22 milhões e 500 mil toneladas, mas para isso ainda depende das condições climáticas.
De acordo com o chefe do Deral, Marcelo Garrido, as chuvas ocorridas nas últimas semanas foram o principal fator de influência na safra paranaense neste mês.
Mesmo com o excesso de umidade para a época, as lavouras de soja ainda mantêm um bom desenvolvimento.
A área da soja na safra 2018/19 está estimada em 5 milhões e 450 mil hectares, sem grandes variações com relação ao ano passado.
Segundo Marcelo Garrido, há uma boa expectativa de produção.
O plantio do milho também está na reta final, podendo chegar à produção de 3 milhões e 200 mil toneladas.
A área semeada neste ciclo é de 352 mil hectares.
Cerca de 90% da área está plantada, faltando aproximadamente 30 mil hectares, que devem ser plantados nas próximas semanas.
Diferente das demais regiões do Estado, aqui no Oeste as lavouras foram 100% plantadas, a emergência foi boa mas nos últimos dias, com a falta de chuvas e com altas temperaturas, as plantas começaram a sentir os efeitos.
Mesmo assim, segundo o agrônomo da Copagril, Genesio Seidel, é preciso aguardar o retorno da chuva para avaliar se houve danos às culturas ou não......