Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
13/06/2018 14:32 | Autor: Editor

Meteorologia indica a possibilidade de geadas a partir de amanhã

Mesmo que ocorra fenômeno não deverá afetar as culturas na região


O alerta de geadas no Paraná, segundo maior produtor de grãos do Brasil, voltou a ser emitido para esta semana, com tendência éde que o fenômeno seja de fraca intensidade e não prejudique as lavouras de milho, em fase inicial de colheita, ou as de trigo, cujo plantio está agora bem adiantado.
O Sistema Meteorológico do Paraná - Simepar - aponta para o risco de geadas fracas na porção sul do Estado a partir de quinta-feira.
Na sexta o frio continuará intenso entre o sul e o oeste, no sudoeste, na região central e no sudeste, onde as condições também são favoráveis ao fenômeno.
O analista de milho do Departamento de Economia Rural, Edmar Gervásio, contudo, pondera que eventuais geadas no sul paranaense atingiriam uma região que não responde pelo grosso da produção , já que as lavouras se concentram no oeste e norte do Estado.
O Paraná é o segundo maior produtor de milho do Brasil, atrás apenas de Mato Grosso, e deve produzir menos de 10 milhões de toneladas na segunda safra deste ano após uma seca entre abril e maio, segundo já alertou o próprio Deral.
Até o momento, a colheita da safrinha atinge apenas 1 por cento da área, com quase a metade das plantações em condição regular.
Em relação ao trigo no Paraná, o maior produtor nacional, o plantio avançou para 83 por cento do total previsto, revertendo um forte atraso inicial para estar, atualmente, no ritmo mais adiantado em 10 anos.
Em seu mais recente levantamento, o Deral estimou uma produção de 3 milhões e 300 mil toneladas de trigo neste ano, com um plantio de 1 milhão e 4 mil hectares.