Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
11/04/2018 15:16 | Autor: Editor

Governo de Cida Borghetti trabalha para manter o PSD de Ratinho Jr. como aliado

O líder do governo Cida Borghetti na Assembleia Legislativa, deputado Pedro Lupion,, garantiu ontem que pretende manter a bancada do PSD do deputado e pré-candidato à sucessão estadual, Ratinho Júnior, na base de apoio.


A intenção é separar a governabilidade da disputa eleitoral

Segundo Lupion, a intenção da liderança é separar a questão da governabilidade da disputa eleitoral.
A dúvida surgiu depois que circulou a informação entre os próprios deputados do PSD, segundo a qual quem não apoiasse a candidatura à reeleição de Cida Borghetti seria considerado automaticamente como sendo oposição. Isso significaria, inclusive, a perda de cargos no governo indicados por esses parlamentares.
Antes mesmo da posse de Cida, que assumiu o comando do Palácio Iguaçu na última sexta-feira após a renúncia do governador Beto Richa (PSDB) para disputar a eleição para o Senado, o deputado Hussein Bakri garantiu que não partiria da bancada do PSD a decisão de romper com o novo governo e ir para a oposição, mas que os deputados do partido cobram tratamento igualitário.
A questão eleitoral não deve atrapalhar a condução do governo”, explicou o novo líder governista, que substituiu o deputado Luiz Cláudio Romanelli, líder do governo Richa desde 2015.
A questão é importante porque o PSD tem a maior bancada da Assembleia, com 11 deputados, e compõem um bloco com o PSC, antigo partido de Ratinho Jr, com seis.
Durante a “janela partidária” - período no qual os deputados puderam mudar de partido sem o risco de perder o mandato – e que se encerrou no último sábado, o PSD atraiu três deputados: Ademir Bier, que era do PMDB; Mauro Moraes e Francisco Bührer, que deixaram o PSDB.
O PSC filiou a deputada Mara Lima, que deixou o PSDB.
Com isso, o bloco passou a ser ainda mais importante para garantir o apoio necessário para os projetos do novo governo na Casa.
Já o PP da nova governadora atraiu a filiação do deputado Luiz Carlos Martins, que deixou o PSD de Ratinho Jr.
A tensão entre os grupos de Cida Borghetti e do deputado do PSD vêm crescendo desde o final do ano passado, quando circulou a informação de que o então ministro da Saúde e deputado federal Ricardo Barros – marido da governadora – estaria tentando “esvaziar” a pré-candidatura de Ratinho Jr, atraindo apoios para a pré-candidatura de Cida.
Lupion garante que o governo está interessado em manter bom relacionamento com o bloco de Ratinho Jr.