Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
09/04/2018 14:46 | Autor: Editor

Regional da SEAB de Toledo representa 23% da área plantada no Oeste

Mesmo ficando abaixo da média nos resultados da última colheita, o Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento de Toledo possui grande parte da área plantada no Oeste do Estado.

A expectativa para o milho safrinha são bastante otimistas

Segundo a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, a Regional de Toledo apresentou 3.340 quilos de hectares colhidos, um pouco abaixo comparado às demais regiões que ficaram com cerca de 3.700 quilos de hectares.
Os produtores da região foram os mais prejudicados também por conta das intensas chuvas que ocorreram,
Mesmo com os baixos resultados, a Regional de Toledo representa 23% da área plantada no Oeste.
A previsão da produção do Milho Safrinha é de 5.700 quilos de hectares.
De acordo com a agrônoma do Departamento de Economia Rural, Jean Marie Ferrarini, as condições dessa colheita estão melhores e a expectativa é grande.
Ela disse que com clima razoável e a utilização de tecnologias agrícolas, produção regional melhora cada vez mais.
Entretanto, segundo a profissional, tudo irá depender das condições climáticas do inverno que sempre são imprevisíveis, com a possibilidade de geadas precoces, além dos longos períodos de chuva que prejudicam a produção e a colheita.
As expectativas por enquanto estão boas, com o clima bem típico de outono e dentro da normalidade.
O agricultor está ansioso, já que nessa fase inicial do vegetativo as condições estão favoráveis.
Já a área plantada do trigo houve um aumento na região Oeste, com 28 mil hectares, sendo que nos outros anos eram apenas 16 mil hectares.
Conforme a agrônoma do Deral, Ferrarini, a semente é mais resistente às condições climáticas no inverno e por isso acabam sendo prioridade para alguns produtores.