Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
02/03/2018 14:23 | Autor: Editor

Presidente da FIEP poderá ser vice na chapa de Osmar Dias


Tanto Álvaro como Osmar Dias se aproximam da Igreja Universal


Álvaro e Osmar Dias estão de olho no mesmo nicho para fortalecerem suas campanhas à presidência da República e ao governo do estado: o apoio dos evangélicos, mais especificamente da Igreja Universal do Reino de Deus.
Ontem saiu a notícia de que Álvaro Dias, do Podemos, ofereceu a vaga de vice em sua chapa para o PRB, partido controlado pela cúpula da Igreja Universal.
No Paraná, Osmar Dias segue os passos do irmão e tem conversado com a legenda ligada aos evangélicos para que integre sua coligação, também com a possibilidade de o PRB indicar o vice para a campanha do pedetista.
O principal nome cotado para o cargo é de Edson Campagnolo, atual presidente da Federação das Indústrias do Paraná.
O empresário ainda não está filiado à legenda, mas fontes do partido confirmam que há interesse na filiação tanto por parte de Campagnolo como do PRB.
Se de fato disputar as eleições deste ano, ele deverá deixar a presidência da Fiep.
Se a coligação for consolidada, o PRB abre espaço para lançar a candidatura ao senado do presidente estadual do partido, Valdemar Bernardo Jorge.
Osmar Dias afirmou recentemente que nessas eleições não deixará a escolha do vice a cargo dos partidos porque avalia que em 2006 seu principal erro na disputa pelo Palácio Iguaçu foi ter acatado uma indicação que posteriormente acabou minando sua candidatura.
Na época, quem compunha a chapa com Dias era o Toledano Derli Donin, que na ocasião respondia a oito processos administrativos e dois criminais.
O fato foi usado pelos adversários de Osmar Dias e acabou sendo decisivo para a derrota do pedetista.