Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
29/01/2018 14:48 | Autor: Editor

SEAB confirma redução de 10% no resultado final da safra verão

A Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento confirma uma redução de 10% para a safra de grãos de verão 2017/18 em relação à produção no mesmo período do ano passado.


Serão cerca de 2 milhões e meio de toneladas a menos


A expectativa é colher 22 milhões e 700 mil toneladas de grãos, que corresponde a um volume de 2 milhões e meio de toneladas de grãos a menos este ano.
De acordo com a pesquisa do Departamento de Economia Rural , relativa ao mês de janeiro, perdas esperadas nas safras de milho e feijão estão contribuindo para essas quedas.
Em relação ao milho, a queda na área plantada está projetando uma redução de quase dois milhões de toneladas na colheita.
O segundo fator é o comportamento do clima neste início de ano pois as chuvas que estão ocorrendo em todo Estado prejudicam fortemente os cultivos de feijão e a perda inicial já detectada pelo Deral está estimada em 65 mil toneladas.
A pesquisa foi feita no período compreendido entre o final de dezembro/2017 até 20 de janeiro/18.
Para o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, a redução na produção de grãos da primeira safra primavera verão já era esperada.
O excesso de chuvas não permitiu a colheita do feijão da primeira safra na época adequada e assim muitas áreas onde a produção estava pronta para ser colhida sofreram com perdas de produtividade e qualidade do grão.
Para o diretor do Deral, Francisco Carlos Simioni, há que se considerar ainda como fator de produção quando compara-se a safra atual com a safra 2016-2017, as condições favoráveis do clima na época.
Segundo Simioni, daqui para frente, com a tendência de redução dos índices de chuva já previstos pelos principais institutos de meteorologia para o período fevereiro, março e abril, a preocupação é que não ocorra “falta de água”, pois ainda tem muita produção pela frente.