Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
13/12/2017 16:11 | Autor: Carlos

Preso mais um suspeito de envolvimento em sequestro de ex-rondonenses no Paraguai

Um homem acusado de envolvimento no sequestro do ex-morador de Marechal Cândido Rondon, Alesio Dresch e de seu neto de 12 anos, que ocorreu em outubro último no distrito de Nueva Toledo , no Paraguai, foi preso.
Ao prestar esta informação, o comissário Gilberto Fleitas, da Unidade Anti-Sequestro do Paraguai, destacou que o elemento preso é parente dos outros acusados já detidos pelo mesmo crime.
Trata-se de David Prussak de Freitas, um brasileiro de 37 anos.
O comissário sustentou que as esperanças não são perdidas de que a família Dresch possa ter seus entes queridos vivos.
Na sua opinião, o caso era sempre um “sequestro atípico” devido às características de como ocorreu.
Ele indicou que todas as provas e testemunhos recolhidos desde o início da investigação estão na pasta do Ministério Público, que acompanha o trabalho da Polícia Nacional Paraguaia.
David Prussak de Freitas, foi preso em Cerro León, Paraguarí: ele é meio-irmão de Josemar e Jozemar Borba Prussak, ambos presos pelo mesmo caso.
O sequestro dos ex-moradores de Marechal Cândido Rondon em outubro, no bairro de Margarita, distrito de Nueva Toledo, Departamento de Caaguazú.
De acordo com os parentes, o avô e seu neto deixaram a casa para trabalhar na fazenda e, como eles não voltaram, foram buscá-los, mas apenas encontraram os maquinários.