Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
06/12/2017 14:44 | Autor: Editor

Justiça condena envolvidos em morte de procurador municipal

Justiça julgou e condenou os envolvidos no assassinato do procurador de Chopinzinho, município do sudoeste do Estado.


Crime ocorreu em 2015 e foi encomendado pelo prefeito


Terminou ontem a noite no Forum de Guarapuava, o julgamento dos quatro acusados de envolvimento na morte do procurador municipal de Chopinzinho, no sudoeste do Paraná, Algacir Teixeira de Lima.
O júri popular começou por volta das 9 horas de segunda-feira e a sentença foi lida pelo juiz apenas por volta das 21 horas de ontem.
A época, em 2015, Algacir Lima tinha 51 anos e foi morto a tiros na frente das filhas quando chegava em casa.
Segundo o Ministério Público Estadual, o ex-prefeito Leomar Bolzani encomendou o assassinato por conta de denúncias de irregularidades na prefeitura feitas pelo procurador.
As investigações apontam ainda que o ex-prefeito combinou o pagamento de 6.500 reais pela morte do então procurador.
Darci Lopes de Aquino, que confessou ter atirado contra o procurador, foi condenado a 16 anos e seis meses em regime fechado;
Giovane Baldissera, ex- assessor acusado de ter encomendado o crime juntamente com o ex-prefeito Leomar Bolzani, foi condenado a 20 anos em regime fechado;
João Rosa do Nascimento, acusado de ajudar na fuga, foi condenado a 15 anos em regime fechado;
Jeferson Rosa do Nascimento, acusado de ajudar na fuga, condenado a 10 anos de prisão em regime semiaberto;
Todos estavam presos em regime fechado desde à época do crime.