Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
14/11/2017 10:23 | Autor: Editor

Beto Richa assume o PSDB do Paraná e admite ser candidato ao Senado

Foto: Henry Milleo/Gazeta do Povo
O governador Beto Richa assumiu a presidência do PSDB do Paraná no último sábado, indicando que deve deixar o cargo em abril do ano que vem para disputar uma vaga no Senado.
Apesar de afirmar que ainda não tomou uma decisão, Richa apontou que sua candidatura a senador seria importante para garantir um palanque para o futuro candidato tucano à presidência da República no Estado.
Até porque o PSDB paranaense já indicou que o partido não deve ter candidato próprio ao governo, apoiando um nome de outra legenda.
Richa substituiu o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, no comando estadual do PSDB.
Com isso, indicou que pretende comandar pessoalmente o processo de sucessão e as negociações sobre alianças.
Na base do governo, dois pré-candidatos ao Palácio Iguaçu disputam o apoio do governador: o deputado estadual Ratinho Júnior (PSD) e a vice-governadora Cida Borghetti (PP).
Além disso, o PSB – partido alinhado ao atual governo – vem tentando atrair o ex-senador Osmar Dias (PDT), com a oferta da candidatura à sucessão estadual, tendo Richa como um dos candidatos ao Senado.
Osmar, porém, afirma que só deve tomar uma decisão em março do ano que vem, perto do prazo final para filiação partidária de quem vai disputar a próxima eleição.
O pedetista também tem convite do Podemos – novo partido pelo qual seu irmão, o senador Alvaro Dias, pretende disputar a presidência da República.