Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
12/07/2017 10:51 | Autor: Editor

Banco do Brasil anuncia 13 bilhões para financiar grandes e médios produtores no Estado

Foto:Reprodução Google
O Paraná terá até 13 bilhões e 600 milhões de reais do Banco do Brasil para financiar grandes e médios produtores rurais do Estado na safra 2017-2018.
Esse montante representa 13,2% do total de 103 bilhões de reais que o Banco, que é o principal financiador do setor, destinará para operações de custeio, comercialização e investimentos, em todo o País.
Somando todas as instituições financeiras, o volume total do plano safra chega a 220 bilhões de reais, dos quais, historicamente, o Paraná contrata 20%.
O lançamento, no Paraná, do Plano Agrícola e Pecuário 2017-2018, foi feito nesta ontem no Palácio Iguaçu, em Curitiba, em solenidade com o governador Beto Richa.
Na ocasião o superintendente estadual do Banco do Brasil, Neirim Goulart Duarte, apresentou os números e as condições da participação da instituição no financiamento da safra.
O governador Beto Richa ressaltou o montante, de 220 milhões de reais, e a importância dos recursos para o desenvolvimento da agricultura.
De acordo com ele é o maior volume da história do País para custeio, comercialização e investimento na agropecuária, cujo setor contribui para a balança comercial brasileira e a economia do Paraná.
O superintendente do Banco do Brasil no Estado destacou que, neste ano, as taxas de juros caíram um ponto percentual para as linhas de custeio e de investimento e em dois pontos percentuais ao ano para os programas de armazenagem e inovação tecnológica na agricultura.
Richa por sua vez ressaltou que a agricultura tem sido essencial no enfrentamento da crise nacional, com respostas como a supersafra, que minimiza os efeitos da crise, gera empregos e riquezas e coloca alimentos na mesa dos brasileiros.
O diretor do Deral , da Secretaria da Agricultura, Francisco Simioni, destacou no encontro que ontem que a agricultura familiar receberá 30 bilhões de reais na safra 2017-2018, valor suficiente para atender as demandas do setor, oferecendo as condições necessárias para os agricultores familiares investirem na produção.