Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
07/06/2017 09:00 | Autor: Editor
Fonte: Bem Paraná

Vendas industriais caem 10% no Paraná

Retração da demanda interna foi principal motivo do desempenho

As vendas industriais paranaenses recuaram 9,99% no primeiro quadrimestre de 2017 em comparação a igual período do ano passado. Dos 18 gêneros pesquisados, 11 apresentaram variação negativa e sete cresceram. Os dados são da pesquisa Indicadores Conjunturais, da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

Os gêneros com maiores quedas no período foram: Edição e Impressão (-30,05%), Têxteis (-29,87%) e Vestuário (-25,85%). As maiores altas foram registradas nas vendas dos setores de papel e Celulose (+ 30,91%), Material Eletrônico e de Comunicação (+12,67%) e Veículos Automotores (+9,88%).

“A queda de quase 10% é muito significativa e preocupante”, afirma o economista da Fiep, Roberto Zurcher. Segundo ele, o principal motivo do desempenho negativo foi a retração da demanda interna por conta da crise. “Algumas indústrias estão buscando investir mais nas vendas externas para compensar”, observa Zurcher, citando como exemplo os setores automotivo, papel e celulose e máquinas e equipamentos. “Mas exportar não é solução para qualquer indústria porque as exigências são muitas e nem todas estão habilitadas e prontas para atender aos requisitos do mercado internacional”, comenta.

De acordo com o economista da Fiep, a expectativa para os próximos meses é de uma reação positiva no mercado interno. “Tradicionalmente, no segundo semestre há um aquecimento nas vendas”, destaca. Além disso, segundo ele, o crescimento de 1% no PIB no primeiro trimestre pode indicar que o país está saindo da fase mais crítica da crise e caminhando para a retomada do crescimento.