Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
18/04/2017 09:13 | Autor: Editor
Fonte: Bem Paraná

Número de mortes no feriado sobe 42,8% no Paraná

Foto:Polícias rodoviárias mantêm a atenção, já que mês ainda tem mais dois feriados (foto: Franklin de Freitas)

Aumento aconteceu nos trechos estaduais e federais, a maioria por imprudência dos motoristas


O feriado da Semana Santa nas rodovias estaduais e federais do Paraná terminou com menos acidentes do que no mesmo feriado do ano passado. Mas, o número de mortes saltou de 14 para 20, uma alta de 42,8%. O maior aumento ocorreu nas rodovias federais que tiveram nove mortes em acidentes em 2016 e neste ano chegou a 13. Nas rodovias estaduais, apesar da redução de mais de 23% no número de acidentes, os óbitos foram de cinco para sete.

“Entre as principais causas dos acidentes com mortes na Semana Santa deste ano estão as ultrapassagens indevidas, embriaguez, desobediência à sinalização, sono e imprudência”, diz comunicado da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Foram nove acidentes com mortes, e em seis foram de colisões frontais. Sete aconteceram à noite ou de madrugada. O acidente mais grave ocorreu, no domingo, por volta das 15h40, em Ventania, na BR-153, onde em uma colisão frontal, resultante de uma ultrapassagem proibida, morreram quatro pessoas.

Estaduais

m todo o Estado foram registrados 87 acidentes nas rodovias estaduais — uma redução de 23% em comparativo ao mesmo feriado do ano passado, sete mortes, 101 feridos, cinco atropelamentos, 839 testes etilométricos, 4.218 imagens de radar e 1.931 autuações no geral.

“Conseguimos diminuir os acidentes, infelizmente em apenas um caso tivemos um número maior de vítimas fatais”, conta o Comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), tenente-coronel Antônio Zanatta Neto. Um acidente no sábado deixou três mortos.

Nas rodovias que ligam a região litorânea do Paraná, o BPRv registrou cinco acidentes, uma morte, sete feridos, um atropelamento, 16 testes etilométricos, 193 autuações no geral e oito veículos foram retidos. Em 2016 foram sete acidentes, uma morte, sete feridos, nenhum atropelamento, nove testes etilométricos, e 30 autuações no geral e quatro veículos retidos.